Antitranspirante ou antiperspirante qual é o melhor



qual é a diferença entre antitranspirante e antiperpirante

Muitas pessoas se perguntam qual seria o melhor, anti-transpirante ou anti-perspirante, eu particularmente prefiro anti-perspirante, porque tira o odor do suor. Você pode suar a vontade que não vai ficar com aquele cheiro insuportável nas axilas.

O fator contra é que o antiperspirante líquido é mais caro que um antitranspirante, mas a parte boa é que ele não gera perigo de se obter câncer. Contrário do antitranspirante que quanto mais você usar mais estará exposto ao risco de ter um câncer nas axilas porque ele impede que as toxinas sejam liberadas junto com suor que ele retém.

Para não correr riscos a sua saúde, sugiro que opte por um ANTIPERSPIRANTE e juntamente com ele use um desodorante de sua preferência. Dê preferência por um antiperspirante líquido e sem cheiro. O resultado é muito bom.

4 comentários:

  1. Parecer Técnico sobre o Uso de Antitranspirantes e sua Relação com Câncer de Mama pela ANVISA de 4 de julho de 2001.
    A transpiração assume importante ação no mecanismo fisiológico relativo aos processos de regulação da temperatura corpórea (homeostase) ou seja, procurando manter o estado de equilíbrio entre as variações de temperatura corpórea e a do meio ambiente.
    Shelley e col. (10) propuseram que alguns sais metálicos se combinam às fibrilas de queratinas intraductais causando fechamentos dos ductos écrinos e a formação de uma "rolha" córnea e assim, obstruindo o fluxo de suor para a superfície da pele. Papa e col. (8) apresentaram evidências de que os antiperspirantes contendo sais de alumínio podem alterar o estado fisiológico do ducto sudoríparo, através da formação de um molde de alumínio no seu interior, ou seja, devido a formação de um bloqueio físico prevenindo, dessa forma, o fluxo do suor existente. Presumiu-se, ainda, que a secreção pudesse ser reabsorvida pelo ducto. Segundo os referidos autores, a alteração acima referida não causa danos à saúde em razão da grande quantidade de outras glândulas écrinas às quais asseguram os processos envolvidos na termorregulação.
    a incidência de câncer observada neste quadrante é um pouco maior, mas a explicação é simples. É justamente ali que encontramos a maior quantidade de tecido mamário e, portanto, é uma área com maior possibilidade para desenvolvimento da doença. É importante lembrar que, a drenagem linfática da mama não ocorre apenas na axila, mas em outros locais, como mediastino e peritônio (áreas no tórax. Após avaliação dos dados apresentados na literatura cientifica, de divulgação e orgãos de regulamentação, podemos inferir que até o presente momento não foram apresentados dados capazes de inferir a relação sais de alumínio / incidência de câncer de mama.
    http://www.anvisa.gov.br/divulga/informes/antitranspirante.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, quando trouxer um parecer técnico, traga o texto completo ou mencione que só trouxe um resumo parcial. FOI OMITIDA A ÚLTIMA FRASE. Assim, pelo pouco espaço, coloco abaixo, direto do site da ANVISA, os 2 últimos parágrafos:
      "Segundo dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos também não foram mencionadas pesquisas que pudessem evidenciar, até a presente data, tal correlação. Ainda, segundo o Food and Drug Administration (FDA), orgão que regulamenta, entre outros, o setor de produtos cosméticos, também não foram relatados, até o momento, dados que pudessem evidenciar qualquer suporte à teoria de que os ativos presentes em formulações de antitranspirantes ou desodorantes pudessem causar câncer, conseqüentemente, segundo o FDA, parece não haver embasamento científico para esta preocupação.
      Ainda, em relação ao assunto objeto deste parecer, constantes informações são veiculadas através da literatura científica bem como através de órgãos governamentais de alta credibilidade a exemplo dos que se seguem:
      http://cis.nci.nih.gov/resources/intlist.htm
      cepem@opelink.com.br
      www.inca.gov.br
      Após avaliação dos dados apresentados na literatura cientifica, de divulgação e orgãos de regulamentação, podemos inferir que até o presente momento não foram apresentados dados capazes de inferir a relação sais de alumínio / incidência de câncer de mama, embora a abordagem absorção de sais de alumínio deva continuar na mira dos pesquisadores da área.
      Este é, s.m.j. o nosso parecer."

      Excluir
  2. Parecer Técnico sobre o Uso de Antitranspirantes e sua Relação com Câncer de Mama pela ANVISA de 4 de julho de 2001.
    A transpiração assume importante ação no mecanismo fisiológico relativo aos processos de regulação da temperatura corpórea (homeostase) ou seja, procurando manter o estado de equilíbrio entre as variações de temperatura corpórea e a do meio ambiente.
    Shelley e col. (10) propuseram que alguns sais metálicos se combinam às fibrilas de queratinas intraductais causando fechamentos dos ductos écrinos e a formação de uma "rolha" córnea e assim, obstruindo o fluxo de suor para a superfície da pele. Papa e col. (8) apresentaram evidências de que os antiperspirantes contendo sais de alumínio podem alterar o estado fisiológico do ducto sudoríparo, através da formação de um molde de alumínio no seu interior, ou seja, devido a formação de um bloqueio físico prevenindo, dessa forma, o fluxo do suor existente. Presumiu-se, ainda, que a secreção pudesse ser reabsorvida pelo ducto. Segundo os referidos autores, a alteração acima referida não causa danos à saúde em razão da grande quantidade de outras glândulas écrinas às quais asseguram os processos envolvidos na termorregulação.
    a incidência de câncer observada neste quadrante é um pouco maior, mas a explicação é simples. É justamente ali que encontramos a maior quantidade de tecido mamário e, portanto, é uma área com maior possibilidade para desenvolvimento da doença. É importante lembrar que, a drenagem linfática da mama não ocorre apenas na axila, mas em outros locais, como mediastino e peritônio (áreas no tórax. Após avaliação dos dados apresentados na literatura cientifica, de divulgação e orgãos de regulamentação, podemos inferir que até o presente momento não foram apresentados dados capazes de inferir a relação sais de alumínio / incidência de câncer de mama.
    http://www.anvisa.gov.br/divulga/informes/antitranspirante.htm
    ----

    www.serforever.com.br

    ResponderExcluir
  3. Após ler esta dica,referente ao desodorante antiperspirante, precisava esperimentar, visto várias tentativs de inibir o odor das minhas axilas terem sido em vão. Gastei dinheiro com tratamento, sabonetes, diversos desodorantes, receitas caseiras e nada. Conforme você relata no vídeo, as farmácias ainda não conhecem este tipo de produto, pelo menos aqui no meu estado - ES. Achei um único frasco. Por sinal da mesma marca que aparece no vídeo. Meu marido zombou de mim mas nem liguei. Acreditei e, FUNCIONA MESMO. Comprei na sexta-feira e estou feliz da vida. Não sinto o odor, transpiro normalmente e o melhor, minhas roupas não ficam manchadas. Obrigada pela dica. Serei eternamente grata! :)

    ResponderExcluir

Google+